Existes? Então pensa!




Desgastante para ti... como o mar é para as rochas!
Caminhámos!
Caminhei de mãos dadas contigo, tão perto e tão longe de ti!
Subimos montes, vivemos em vales, que eu insisti em inventar!
Tão longe e tão perto do nada.
Uma canção de embalar nos lábios.
Olhos de esmeralda, pintados a tinta de óleo para não terem medo da humidade provocada pelas lágrimas que deixas cair, para não se desbotarem com o tempo!
Sais-te! Pergunto-me se alguma vez entraste!
Sempre quiseste ir tocar na lua. No entanto, tens preguiça de atravessar a rua e ir conhecer o vizinho!
Cá em baixo ainda ficou muito por conhecer!
Sempre pensei que se começava pelo princípio. Sim. O essencial ainda está por descobrir.
Ainda assim é incrível.
Vencidos? Não! Heróis!
Assim nos deixamos adormecer pelo calor humano, tão vital! Deixando por momentos que tome conta de tudo, entregando-nos ao sonho de nos irmos semeando.
Chegaremos ao equilíbrio.
Iremos ser nós a desenhar as feições, a traçar o carácter e a personalidade.
Como uma folha em branco, completamente vazia!
Inicio-me aqui, portanto!
Com mente cor de vento.
Para não ter medo, levamos as tuas duas esmeraldas na memória!
Por fim, despidos do passado.
E sem pudor a viagem começa.
Apertando as tuas duas esmeraldas para te sentir comigo, enfim, para não ter medo.
Pode ser?

E tenho sérias suspeitas, de que a estrelinha que dorme em cima do meu telhado, é obra tua!


Rita Oliveira (02-05-2008)



Comentários

ahahah gostei olhos de esmeralda ;D

prometo que vou comentar este post com mais calma.
what is a sumo? is a drink...

estiveste mesmo bem nessa
beijinho,
Marta
MARINA TC disse…
Está LINDO este texto!
Parabéns!
beijinho da tua prima..
Marina

Mensagens populares deste blogue

AEMINIUM

O sonho

Amagogía