Retrato (o apelo)



Nunca o espelho lhe mostrara tal imagem





Ela sai todos os dias de casa, com o brilho de quem procura a plenitude. Uma pessoa normal, mas nem por isso banal, caminha rápido, fizeram-lhe os passos firmes e apertados, embora quem contempla-se a obra-prima com atenção percebe-se que estava longe de ser segura de si. Na cara, tinha ainda os olhos cansados e esse era o maior erro do artista, ainda tentaram mudar-lhes a cor uma vez, mas viram a tentativa inútil quando perceberam que não havia tinta, verniz e pincel que os fizesse brilhar… tinha um sorriso nos lábios, sorriso esse que lhe fora desenhado por alguém que achara que sorrir era uma necessidade urgente, a Salvação e tendo uma visão meio romântica da vida, Ela acreditava profundamente que quem lhe desenhara o sorriso o fez com amor.
A sua pele foi pintada de uma cor meio clara, meio escura, e quem a pintou sabia que o ideal era o transparente.
As mãos, que outrora foram calejadas, secas, ásperas, velhas e inchadas são agora pequeninas, são novas, são brilhantes, são macias e, melhor de tudo… são criadoras, embora quem as desenhou, saiba que o ideal, é e será sempre o modelo original, sempre puro, sempre verdadeiro.

Um “entra e sai de artistas” literalmente!

Apenas a alma permanecera tal e qual como nasceu, Ela tinha-a escondida debaixo da cabeceira, onde todas as noites poisava a cabeça, assim, poderia sentir o seu perfume antes de adormecer e de certo que ninguém se atreveria a roubar-lhe a mais pura virtude do Ser e adultera-la a seu belo prazer.
Isto sabia-o ela porque lho diziam, pois nunca tal coisa o espelho lhe mostrou, a não ser a alma a despir-se do passado lentamente, peça por peça, ao seu ritmo, talvez em câmara lenta e de vez em quando interrompida por um atropelo de ideias escondido atrás de tanta cor, de tanta luz artificial…
Por um pesadelo…
Por uma insónia…
Pelo nó na garganta…
Por quem lhe desenhou o sorriso…
… e Ela acredita que quem lhe desenhou o sorriso o fez com o coração…
…e Ela acredita que foi o coração que fez esquecer a pessoa que lhe desenhou o sorriso que o Sol não nasce em vez da Lua, que a seguir ao Inverno vem a Primavera, que o abismo se pode atravessar de mãos dadas e que de mãos unidas nasce um sorriso espontâneo.
Afinal que cor deram ao perdão?

Foi assim que lhe fizeram o retrato: o coração bate-lhe fora do peito, as lágrimas correm-lhe para dentro e a sua gargalhada mais sonora nunca lhe chegou aos ouvidos…
Mas dizem-na bela...
Mas dizem-na forte...

Sei isto porque foi o que me disseram, pois nunca tal coisa me mostrou o espelho a não ser o meu reflexo original, o esboço do destino, a obra-prima do Tempo… arrepiasse-me a pele quando essa imagem me pergunta:
-Quem és tu?
E eu respondo-lhe diariamente:
-Eu sou tu… enquanto não me levarem a alma!
Saio todos os dias de casa, com o brilho de quem procura a plenitude. Uma pessoa normal, caminho rápido, pois fizeram-me os passos firmes e apertados. Na cara, tenho ainda os olhos cansados de repetir quase obsessivamente:
«Enfeitem-me por fora, mudem-me as cores, troquem-me os sentidos, mas nunca impeçam a minha Alma de ser Alma!»


Absolutamente inútil!




Rita Oliveira
26/09/09

Comentários

Anónimo disse…
O Espelho reflecte a nossa imagem, a nossa caracteristica de ser-mos perante os outros, no entanto nao reflecte o essencial, e o que muitos deveriam ver, a alma. Ela nunca poderá ser tirada das pessoas, porque ela e o significado da vida, com ela nascemos todos, animais e pessoas, mas nunca a perdê-mos mesmo depois de morrer-mos. Cientistas, como eu, nao compreendem porque existe a alma, nem para onde ela vai, nem se ela fica a olhar pelos amigos dela, ou pela familia, mas uma coisa e certa! Eu acredito nela! e tu?
A imagem acaba por desaparecer enkuanto a alma vive!

Dedicado a minha gand amiga =D
Espero que nunca me esqueças, pois estas no meu coração e na minha alma =)


P*Ê*
Anónimo disse…
Nunca pensei q fosses tao boa a fazer disto :) parabens por o seres ;P
amo te (blahh!) XD
tonymicka disse…
"sorriso esse que lhe fora desenhado por alguém que achara que sorrir era uma necessidade urgente".

Amei esta parte ^^

Estás novamente de parabéns priminha :)
Quem me dera saber escrever tão bem como tu ;)
Está lindo, continua assim!

Beijinhos*
tonymicka disse…
Já agora, para quem estiver interessado, visitem:

www.tonymicka66.skyrock.com

Sempre actualizado com todas as noticias, informações e novidades de dois homens que não param de conquistar os portugueses ;)

Beijinhos
annie disse…
espetacular...adorei o texto continua assim e nunca deixes de escrever...

Mensagens populares deste blogue

AEMINIUM

Artes Plásticas

Troca-me isso por imagens