História de uma Rosa

Rosa… tenho pena de ti.
Nem o teu destino trazes nas mãos,
Estás perdida e cansada,
tuas pétalas vermelhas foram no vento.
Não conheces casa nem cama,
procuras, incessante, alguém que te ama,
mas murchas na impaciência de quem não sabe esperar.
E cresces assim na rua,
na berma da estrada empoeirada,
num jardim,
ou onde um dia alguém te quis semear.
Feres as mãos de quem te colhe.
(será inveja de não poder amar?)
Apaixona-me a tua inocência…
Rebentas no sonho de um Mundo melhor,
na esperança,
na vida.
Mas esse destino tão fatal de nascer da Terra,
como dos rios morrerem nos mares,
torna-te demasiado pura para os demais.
E por isso desinteressante. Inútil.
Nasces.
Cresces.
Vives da paixão.
Porém, o único amor que conheces,
é as mãos daqueles que julgam saber amar.
Oh Rosa, como vives enganada…
Estás murcha.
Trazes as folhas podres,
fedem a hipocrisia,
despem-te da pureza do colo materno que outrora foi teu. Tiraram-to!
Destroem-te a razão de crescer.
Deixam-te nua…
Morres por fim…

Rita Oliveira
30/10/2010



Comentários

Quando li isto pela primeira vez fiquei com a sensação de os meus olhos estarem a brilhar, prontos a chorar…
As vezes somos nós estas rosas… rosas que não temos o destino só nas nossas mãos, rosas que lhes faltam algumas pétalas, cansadas, sem saber esperar por algo que queremos (demasiado).
Não são só as rosas que ferem as mãos, não são só as rosas que nascem em sítios empoeirados ou até mesmo só elas que não podem amar… enfim, somos rosas… com tudo o que isso acarta em si, o bom e o mau de tudo.
És uma rosa linda, uma rosa com muitas pétalas perdidas pelo vento ou porque tas arrancaram. Aprendeste com isso e continuas essa princezinha de que eu adoro!
Rita, superaste o que já havia sido superado em ti.
Lindo!
Magnificico!
Perfeito!
E agora, sem mais palavras choro. Pelo texto, por tudo…
Obrigada queridaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa <3
Miguel Cruz disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Miguel Cruz disse…
Olá, Rita! Deixa-me dizer-te que escreves muitíssimo bem e este texto está muito bem imaginado, muito bem observado e gostei do modo como o escreveste! Muitos parabéns! ;) és capaz de escrever boas letras, já agora! Eu sou "músico" e tenho uma página no facebook que, já agora, podias ver =) http://www.facebook.com/pages/Miguel-Cruz-Projecto-a-Solo/113336405398038

Beijinhos!

Mensagens populares deste blogue

AEMINIUM

Artes Plásticas

Troca-me isso por imagens